Notícias

6/recent/ticker-posts

China exige o fim do bloqueio a Cuba na ONU

 A China exigiu hoje dos Estados Unidos o fim imediato do bloqueio econômico, financeiro e comercial a Cuba e apresentou seu voto a esse respeito na Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU).



 O representante do gigante asiático, Zhang Jun, que explicou à AGNU que seu país votará a favor de uma resolução cubana que pede o fim dessa política hostil de Washington.

As medidas coercivas unilaterais são contraproducentes e violam os direitos humanos fundamentais dos povos, em particular dos cubanos, afirmou o diplomata perante o órgão mundial mais representativo.

Significou que o cerco a Cuba foi reforçado apesar da pandemia causada pela Covid-19, que nega medicamentos e suprimentos à ilha caribenha.

O bloqueio viola os propósitos e princípios da Carta das Nações Unidas e das resoluções da Assembleia Geral das Nações Unidas, destacou Yiei em um dia em que organizações internacionais e numerosos países anunciaram que votarão pelo fim do bloqueio a Cuba.

Com informações da PrensaLatina

Postar um comentário

3 Comentários

  1. China exemplo de modernidade em gestão-pública-privada parabéns: Vemos que a China esta sempre buscando a integração dos povos de todas regiões do planeta parabéns a China.

    ResponderExcluir
  2. É preciso dar um basta nessa insanidade do bloqueio contra Cuba. É hora dos EUA saltarem na frente e cancelarem. O mundo moderno não pode conviver com isso mais.

    ResponderExcluir
  3. Coisa de gente covarde,quem sofre com embargo é a população. O Brasil teve 21 anos de ditadura e não houve nenhum embargo contra,provavelmente porque aqui se entrega o "ouro" ao bandido.

    ResponderExcluir